O dia 3 na BETT EDUCAR



Qualquer um que esteja acostumado a participar de feiras sabe que elas são uma verdadeira "maratona", em muitos sentidos. Organizar-se para capturar o melhor de cada oportunidade, das palestras aos estandes, passando pelos contatos antigos e pelas novas conexões é uma verdadeira arte.

Nosso terceiro dia teve um pouco de tudo neste sentido. Vimos menos palestras, mas fizemos mais conexões.

Destacamos as falas dos reitores da Mauá e da PUC-PR, que ousadamente lideram a forma de ser universidade: cursos de Engenharia, Administração e Design conectados entre si, como na vida empresarial real, em um programa liderado pela Mauá, ou ainda a transformação digital e a mudança da cultura organizacional liderada pela PUC-PR. A dica é acompanhar estas instituções e os profissionais que estão formando bem de perto!

Dois palestrantes falaram sobre o mesmo livro em uma mesma sessão de palestras - "Digital Vortex", dos autores Jeff Loucks, James Macaulay, Andy Noronha, Michael Wade, John T. Chambers (prólogo) - o que por si só demonstra a importância de folhear o livro e comprá-lo para ler em primeira mão!

Vale finalmente registrar a palestra do VP Global da Microsoft, Anthony Salcito, que falaou sobre o futuro da aprendizagem digital e mostrou como a empresa tem corrido para recuperar espaço ocupado por outros players de mercado no segmento educacional, para além do tradicional uso do Office. Salcito falou sobre grandes temas que devem chamar nossa atenção no futuro, como: inteligência artificial (AI), internet das coisas (iOT), realidade aumentada e mista, blockchain e computação quântica (veja imagem). E, finalmente, chamou a atenção para as certificaçôes Office para uso em dala de aula - algo que Google e Apple fazem com maior visibilidade - embora não estivessem com estandes na feira.

Como dissemos, feira também é a oportunidade de encontrar-se com grande players de mercado e conhecer tantos outros novos. Por isso, chamamos a atenção para os espaços das edtechs e startups de outros segmentos que estavam por ali. Ou você pensa que é por acaso que a Faber Castell alocou-se naquele cantinho para mostrar seus micromundos?

0 visualização
Copyright  © W4 Consultoria 2018  - 2020